Portal POPTime

Em entrevista, Kristen Stewart comenta o fracasso em bilheteria de “As Panteras”

As Panteras era originalmente uma série de TV dos anos 70, que em 2000 ganhou sua primeira versão para os cinemas, com Cameron Diaz, Drew Barrymore e Lucy Liu. Com o sucesso instantâneo, veio a continuação em 2003, “As Panteras: Detonando” e, agora em 2019 tivemos a chance de rever esse clássico da espionagem, agora dirigindo por uma mulher, Elizabeth Banks, que  assina a produção e um elenco totalmente novo, estrelado por Kristen Stewart, Naomi Scott e Ella Balinska.

Os produtores não tiverem o resultado esperado e infelizmente, com críticas mistas, o longa teve uma abertura bem fraca de apenas U$ 8 milhões em seu primeiro fim de semana, no total até agora foram arrecadados U$ 55 milhões, considerado um dos maiores fracassos do ano, levando em conta que custou U$ 57 milhões juntamente do marketing. Em entrevista para o The Playlist, a Kristen falou pela primeira vez sobre o assunto:

Anúncio

 

Para ser sincera, acho que se eu tivesse feito um filme ruim e que não gostassem, eu não me orgulharia. Mas não é caso aqui, eu tenho muito orgulho de ‘As Panteras‘. Essa situação que o filme está enfrentando é complicada, porque foi muito difícil promovê-lo. Parece que ninguém quer aceitar uma história feminista, e falar sobre isso numa entrevista de cinco minutos sem levantar questões políticas é complicado… Mas nós só queríamos nos divertir.

 

Sobre uma possível sequência, ela respondeu:

Não sei, isso me deixa chateada porque provavelmente não faremos outro, mas sinto muito orgulho do filme e estou muito feliz por ter participado do elenco. Acho que um filme estrelado por mulheres é muito importante para a representatividade.

As Panteras ainda está em exibição no Brasil e em breve se encontrará no POPTime Play.

Daniel Montalvão

Formando em cinema e atualmente estudando gastronomia
Instagram @dannmontalvao
Twitter @radarpopp

Comentar

Conheça o POPTime Play e assista Filmes & Séries.Visite nosso site e comece a assistir!